Home Coisas Incríveis da Vida Séries incríveis para assistir em 2018

Séries incríveis para assistir em 2018

por Gabi Bortolussi
séries-incríveis-2018

Eu concordo que, na maior parte do tempo, a gente assiste séries buscando algum tipo de distração ou diversão. Mas, amiga, tem umas séries que vão muito além daquilo que estamos acostumadas e que nos ajudam a refletir sobre assuntos bem profundos e até a descobrir coisas sobre nós mesmas que desconhecíamos. São séries incríveis e que você não pode deixar de ver em 2018. 

Como final de ano é sempre uma época em que ficamos mais reflexivos e acabamos fazendo uma retrospectiva do que fizemos até então e listas do que queremos para o próximo ano, pensei em ajudar vocês com séries incríveis que abordam temas bastante profundos, que estão bastante presentes no nosso dia a dia, mas que preferimos “ignorar”. Eu assisti todas elas e posso garantir – elas têm um efeito ao mesmo tempo perturbador e libertador, nos mostrando mundos novos que não conhecemos ou que preferimos fingir que não existem.

Então, se você está buscando alguma coisa levinha, só pra passar o tempo, aconselho fortemente que não assista nenhuma dessas séries abaixo. Agora, se você quer começar 2018 de uma forma transformadora, vem comigo!

The handmaid’s tale

A série (que só tem uma temporada até agora) se passa em um um futuro assustadoramente próximo, onde as taxas de fertilidade caem em todo o mundo por conta da poluição e das doenças sexualmente transmissíveis. Em meio ao caos, os Estados Unidos se tornam uma teonomia cristã que divide a sociedade em castas.

O governo é altamente militarizado e o poder é exercido exclusivamente por homens. As mulheres são brutalmente subjugadas e, por lei, não têm permissão para trabalhar, possuir propriedades, controlar dinheiro ou até mesmo ler.

Ao mesmo tempo, devido às baixas taxas de fertilidades, mulheres fecundas viram servas e são designadas à viverem nas casas de homens poderosos para que possam ser os “úteros” de suas esposas. Essas mulheres são estupradas todos os meses, em uma cerimônia bizarra.

Nesse contexto, a série aborda o drama de uma dessas “servas” ao mesmo tempo em que mostra como as coisas chegaram a tal ponto (de uma forma bastante realista e assustadora).

Obs: Existem alguns gatilhos na série e, por isso, não deve ser assistida por todo mundo. O maior deles, com certeza, é o estupro.  

Black Mirror

Black Mirror é uma série britânica de ficção científica (que já conta com quatro temporadas) e centrada em temas obscuros e satíricos que examinam a sociedade moderna, particularmente a respeito das consequências imprevistas das novas tecnologias.

Os episódios são autônomos, ou seja, cada episódio tem um elenco diferente, um cenário diferente e até mesmo uma realidade diferente. Essas histórias geralmente se passam em um presente alternativo ou em um futuro próximo. 

Existem diversas listas, pela internet, dos melhores episódios, mas vou deixar meu top 5 registrado aqui (do melhor para o “menos melhor” e sem contar a quarta temporada):

1. Be Right Back (2ª temporada);

2. Shut Up and Dance (3ª temporada);

3. Nosedive (3ª temporada);

4. White Christmas (Especial de Natal);

5. The National Anthem (1ª temporada).

Outro bom motivo para você começar a assistir Black Mirror agora é que a quarta temporada da série foi liberada hoje, dia 29 de Dezembro de 2017, pelo Netflix. Ótimo programa pra quem ainda não sabe o que vai fazer no Reveillon hahaha.

You Me Her

A série, que já tem duas temporadas, gira em torno de um casal de trinta e poucos anos, Jack e Emma Trakarsky, que vivem uma vida bastante comum em um subúrbio de de Portland, mas cujos desejos de ter um filho foram prejudicados pela falta de desejo sexual.

Pensando em reascender a relação, eles decidem incluir Izzy Silva, uma estudante universitária de 25 anos, no relacionamento. A jovem parece ser a solução dos problemas do casal, até que um deles se apaixona por ela e os três passam a formar um “trisal”.

A série retrata os obstáculos e as inseguranças presentes nas relações poliamorosas, de uma maneira realística e divertida. Além disso, mostra o preconceito e a dificuldade em se viver o amor de uma forma diferente da convencional.

13 Reasons Why

13 Reasons Why é narrada por Clay Jensen, um rapaz que ao voltar um dia da escola, encontra na porta de sua casa um misterioso pacote com seu nome. Dentro, ele descobre várias fitas cassetes. O garoto ouve as gravações e se dá conta de que essas gravações foram feitas por Hannah Baker, uma garota que cometeu suicídio duas semanas atrás e que era sua amiga.

Nas fitas, Hannah explica que existem treze motivos que a levaram à decisão de se matar. E cada episódio conta um desses motivos, através da visão de Hannah.

A série gerou bastante polêmica ao tratar de assuntos bastante delicados: bullying, estupro e suicídio – tudo isso na adolescência. A segunda temporada da série já está sendo filmada e deve ser liberada em meados de 2018.

Obs: Aviso de gatilhos: suicício e estupro.

Atypical

A série conta a história de Sam, um garoto de 18 anos que tem Transtorno do Espectro Autista e que por motivação de sua psicóloga decide procurar uma namorada.

A história mostra, de uma forma divertida, o dia a dia e o processo de crescimento e independência de Sam, assim como a maneira com que isso atinge a toda a sua família e as pessoas ao seu redor.

Tem mais sugestões de série incríveis que não podemos deixar de ver em 2018? Deixa nos comentários!

You may also like